True Detective – 1ª temporada e “O Rei Amarelo”

A primeira temporada de True Detective apresentou dois detetives, Rustin Cohle (Matthew Mcconaughey) e Martin Hart (Woody Harrelson), os quais perseguem um serial killer no estado de Louisiana durante 17 anos.

A série foi campeã de audiência e crítica, além de vencer mais de uma dezena de premiações. A atuação da dupla foi impecável e Matthew Mcconaughey, vencedor do Oscar de melhor ator em 2014, mostrou que realmente é um excelente ator, porém Woody Harrelson não deixou a desejar.

Eu sempre gostei de séries, mas só fiquei fanático depois de assistir Breaking Bad. Lembro que achava Breaking Bad a melhor série de todas, até que conheci House of Cards e, recentemente, True Detective.

True Detective aborda um período de 17 anos (1995-2012) e o telespectador acompanha essas mudanças temporais, por meio de dois interrogatórios, Martin e Rust relatando os acontecimentos. Na linha do tempo mais atual, ambos deixaram a carreira na polícia e seguiram rumos diferentes. Através das narrativas de Rustin e Martin, conhecemos a histórias dos dois ex-policiais e os motivos que os levaram a não se falarem mais.  

A cada pista, os policiais percebem que a investigação está longe de ser considerada um caso normal.

 

Rust é um homem pessimista e atormentado por estranhas alucinações, decorrentes do uso de drogas (período em que trabalhou como infiltrado). Apesar de ser um excelente policial, Rust é considerado um louco pelos demais.  

rust-cohle-1024Rust_2012

Rust em dois momentos: 1995 e 2012.

Já Martin, é o típico policial durão e contador de piadas. Ele é casado e pai de duas meninas. O contraste entre as personalidades dele e de
Rust é evidente e isso concede mais carisma aos personagens. Martin julga muito Rust e Rust despreza o mundo inteiro e, a cada episódio, fica claro que ambos são imperfeitos. É essa imperfeição que torna a série tão especial.

True-Detective-Wikia_Martin-Hart_Infobox_01 Screen_Shot_2014-03-06_at_5.30.42_AM

Mart em dois momentos: 1995 e 2012.

Trailer da primeira temporada – Legendado em PT. Os diálogos impecáveis e o contraste entre os protagonistas foi o grande acerto.

 

Rust vislumbra o que poderia ser mais uma de suas alucinações.

Frases memoráveis

“Eu não durmo. Eu apenas sonho.” – Rust

“Se a única coisa que mantém uma pessoa decente é a expectativa de recompensa divina, então meu irmão, essa pessoa é um pedaço de
merda.” – Rust

“Passado uma certa idade, um homem sem família pode ser uma coisa ruim.” – Martin

“Rust compraria uma briga com o céu, caso ele não gostasse de seu tom de azul.” – Martin

Segunda temporada – Sem Rust e Martin

A próxima temporada apresentará uma nova narrativa e serão três novos protagonistas, não dois, entre eles uma mulher¹. O que sabemos é que a a próxima temporada ocorrerá na Califórnia. Colin Farrell será Ray Velcoro e Vince Vaughn encarnará Frank Semyon².

 

Curiosidades

Na série True Detective, são citados várias vezes os termos “Carcosa” e “O Rei Amarelo“. Mas, afinal, quem é esse Rei? O Rei Amarelo é uma das formas (avatares) pela qual se apresenta a entidade conhecida nos Mitos de Cthulhu como Hastur, a Voz do Caos. Tal ser, de poder divino e capaz de trazer o horror e a desgraça a todos aqueles que ousarem adentrar em seus mistérios, foi originalmente apresentado no livro “O Rei Amarelo” (The King in Yellow), escrito por Robert W. Chambers em 1895 e considerado até hoje uma das maiores obras primas do terror.

O livro é divido em quatro contos, e gira em torno do Rei de Amarelo, figura central em uma peça teatral que torna todos aqueles que tenham contato com ela completamente insanos. Chambers foi influenciado por um conto de Ambrose Bierce, chamado Um habitante de Carcosa, e tempos depois, Lovecraft assimilou alguns destes elementos de Bierce e de Chambers – como a cidade de Carcosa, O Rei de Amarelo e o Símbolo Amarelo (Yellow Sign) -, incorporando-os ao universo dos Mitos de Cthulhu. O escritor August Derleth tornou Hastur um dos Grandes Antigos e umas das crias de Yog-Sothoth

cnQoM0I

Genealogia (incompleta) do Panteão de Lovecraft³.

Já Carcosa é uma cidade fictícia, cujo nome pode ser derivado da cidade Carcassonne, na França. Apesar de especulações, não é possível saber se Carcosa corresponde a algum lugar na Terra ou a outro mundo.

A cidade de Carcosa.

Avatar de Hastur.

Conheça a origem do terror cósmico

hastur_by_douzen-d5i2s4g

No Brasil, a Editora Clock Tower (conhecida pela belíssima antologia de contos de H. P. Lovecraft) está em plena campanha de pré-venda de uma edição de luxo de “O Rei de Amarelo”. Trata-se de uma edição limitada (menos de mil exemplares), voltada para colecionadores, e com um acabamento impecável: capa dura, laminação brilhante, fita marcadora de página e papel tipo pólen.  Além do conteúdo original, o livro contará também com diversos bônus: tradução inteiramente nova, uma biografia completa inédita do autor (Robert W. Chambers), ilustrações internas exclusivas, contos exclusivos e que inspiraram Chambers (como “A Máscara da Morte Rubra”, de Edgar Allan Poe, e “Um Habitante de Carcosa”, de Ambrose Bierce), entre outras coisas. Os compradores do livro também ganharão um ebook gratuitamente, contendo 6 outros contos complementares de Chambers e que foram acrescentados posteriormente à obra original.

O livro está custando somente R$74,90 com frete grátis para todo o Brasil. Mas ATENÇÃO: a edição é limitadíssima, e estará a venda no site da editora APENAS até o dia 10/11, ou enquanto durarem os exemplares disponíveis. Portanto, CORRA e garanta o seu AGORA!

CLIQUE AQUI: LOJA DA EDITORA

CLIQUE AQUI: SITE DA EDITORA

Anúncios

2 opiniões sobre “True Detective – 1ª temporada e “O Rei Amarelo””

    1. Oi, Anna! A série é sensacional (espero que mantenham a qualidade na próxima temporada). Em relação ao livro, eu sei que é um pouco caro, mas é edição especial em capa dura e com marca página. Eu reservei essa edição e já tenho um outro livro da Editora Clock Tower (O MUNDO FANTÁSTICO DE H.P. LOVECRAFT) e posso afirmar que a qualidade é ótima. Sobre ser medrosa, recomendo que leia algo do escritor Lovecraft. Ele aborda elementos similares aos apresentados pelo escritor do Rei Amarelo. Particularmente, eu adoro “A Cor que Caiu do Céu” e escrevi um texto sobre esse conto aqui no meu site (https://rafaelmpiergiorge.wordpress.com/tag/a-cor-que-caiu-do-ceu/). Obrigado por comentar e volte sempre! 🙂

      Curtir

O que achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s